Quem Somos

Na sua designação comercial combinam-se dois nomes, dois símbolos, dois marcos que foram – e são – indissociáveis agregadores de uma vontade e da sua plena identidade.

SOCIALGAR !

É um nome, uma marca, que representa a vontade do seu criador, Francisco Manuel Boto Vitorino, e a identidade gerada pela osmose que consagra e, ao mesmo tempo, prolonga a imagem e o significado de dois nomes: o de “A Social” Companhia Portuguesa de Seguros, que, em Julho de 1977, o acolheu no regresso de Africa… - e o de um Algarve, que nem todos verdadeiramente conhecem, mas que é seu pelo nascimento, pela sua própria natureza e pelas raízes que nele soube criar.

Francisco Manuel Boto Vitorino e a SOCIALGAR, obra sua, nasceram com a sorte dos justos.

Foi em Moçambique, na cidade da Beira, que tudo começou, decorria o ano de 1971. Tendo depois aceite a condução dos negócios da Delegação da Companhia “Mundial Confiança”, os “Seguros” passaram a ser a primeira preocupação e a preencher, profissionalmente, a sua vida e o seu destino.

Foi também ali, no longínquo Portugal de então, que nasceu António Paulo Brito Vitorino – filho de “peixe” e hoje o seu maior “braço direito” – assim como Maria Ivone Antunes Pereira Salgado Vitorino que, não apenas pelo casamento, mas também pelas suas qualidades intrínsecas, se tornou parte integrante de uma espécie de verdadeira “Força da Natureza” em que a SOCIALGAR se tranformou, desenvolveu e consolidou, e mais recentemente se juntou a estes a colaboradora Ana Isabel Santos Miguéns.

No seu território – o Algarve genuíno e autêntico – essa Força não representa apenas um símbolo, ou uma referência apelativa; representa propósitos e legítimas ambições sustentadas na verdade, na amizade, e no profissionalismo de um trabalho sério e responsável.